@script() Artigo | PAF
BETA
Criatividade nas Organizações - 03/07/2018
Criatividade nas Organizações

Corporações em todo mundo colocam a inovação como prioridade em seus objetivos e missões. A maior parte delas não percebe que o processo de inovação acontece por meio dos seus colaboradores e que para esta acontecer são necessários os caminhos da criatividade e da imaginação. A inovação é um atributo da empresa, a criatividade e a imaginação das pessoas.

Mas, afinal, o que é criatividade?

Criatividade é a capacidade de criar, produzir ou inventar coisas novas. A criatividade pode ser aplicada em qualquer área da vida. Ser criativo é pensar de forma diferente.

Criatividade é um elemento essencial no contexto do trabalho. Nas empresas, ser criativo não é só criar novos produtos e sim pensar em soluções eficazes para diversos problemas. A criatividade é a ferramenta mais adequada para encontrarmos maneiras de fazer mais com menos, de reduzir custos, de simplificar processos e sistemas, de aumentar lucratividade, de encontrar novos usos para produtos, de encontrar novos segmentos de mercado, de diferenciar o seu curriculum, de desenvolver novos produtos e muito mais.

Por esse motivo, é importante que as empresas permitam um ambiente que reforce o processo criativo.

Durante o processo criativo, frequentemente distinguem-se os seguintes estágios:

  • Percepção do problema. É o primeiro passo no processo criativo e envolve o "sentir" do problema ou desafio.
  •  Teorização do problema. Depois da observação do problema, o próximo passo é convertê-lo em um modelo teórico ou mental.
  •  Considerar/ver a solução. Este passo caracteriza-se geralmente pelo súbito insight da solução. Muitos destes momentos surgem após o estudo exaustivo do problema.
  •  Produzir a solução. A última fase é converter a ideia mental em ideia prática. É considerada a parte mais difícil, no estilo "1% de inspiração e 99% de transpiração".
  •  Produzir a solução em equipe. Fase comum que ocorre nas empresas e organizações quando precisam, tanto diagnosticar ou superar um problema quanto otimizar ou inovar produtos, serviços e processos. Para isso, ocorre o brainstorming.

Criar só é possível quando o cérebro detém uma grande variedade de conhecimentos e informações, fazendo com que as associações de ideias, ocorram de uma forma mais fluida e direcionada. Para isso, funcionários de todas as áreas e com conhecimentos diversos precisam estar envolvidos nos problemas para colaborar com ideias e sugestões para a resolução dos problemas, novos produtos, serviços, etc.

Fonte: Linus RH