@script() Artigo | PAF
BETA
5 dicas para aumentar suas chances de ser contratado - 12/12/2017
5 dicas para aumentar suas chances de ser contratado

Confira as dicas para aumentar sua chance de ser contratado e conquistar a tão sonhada recolocação no mercado.

O currículo é sua identidade profissional e é a chance que você tem de ser visto pelo recrutador. Mas para causar uma boa impressão e obter mais chances de ser chamado para uma entrevista, alguns passos são essenciais e você deve estar atento a eles.

Confira abaixo algumas dicas que preparei para te ajudar em sua recolocação:

1 – O currículo propriamente dito

Sendo ele sua identidade profissional, ele deve estar impecável: atualizado, destacando suas experiências e resultados, e com todos os dados de contato. Parece simples, mas já vi inúmeros currículos faltando telefone por exemplo, ou com apenas um contato, que ao chamar, não atendia.

Deixe sempre um telefone celular atual, um telefone para contato e se possível um telefone residencial. Você precisa ser encontrado (também parece óbvio, mas como eu disse, já deixei de chamar vários candidatos por falta de contato telefônico).

Deixe também um e-mail válido, que você leia com frequência.

Destaque suas habilidades profissionais, suas experiências e os resultados alcançados nas empresas que passou. Tudo de forma resumida e objetiva, nunca passando de 2 páginas.

E por último aqui, e não menos importante, um bom português é essencial. Revise tudo, se necessário ative a correção automática no seu arquivo.

2 – A forma que você o envia

Outro detalhe que parece simples, mas é essencial na hora de ser chamado.

Jamais envie para várias vagas ao mesmo tempo, tenha o cuidado de enviar nominalmente (se tiver o nome do recrutador, ou então coloque “ao RH da empresa tal”, e sempre mencione a vaga que você está se candidatando, para facilitar a visualização. Recrutadores recebem centenas de currículos a cada vaga anunciada, se você não for específico no seu objetivo ou enviar o currículo em massa, as chances dele passar em branco ou cair na pasta da lixeira é gigante.

3 – Como você se apresenta ao enviar

Sua apresentação conta muito.

Ao enviar um currículo, sempre escreva uma breve carta de apresentação, destacando de forma resumida seu objetivo, sua experiência e de que forma você pode contribuir para a empresa cuja vaga você está se candidatando. Seja atencioso e cuidadoso ao enviar, afinal é a sua proposta de emprego para o contratante.

Lembre-se também: só envie para vagas que estejam dentro de suas qualificações. Se a vaga exige inglês fluente e você não tem, não perca tempo. Enquanto isso, vá se qualificando.

4 – Sua postura ao receber o convite da entrevista

Como mencionei no primeiro item, o telefone atualizado é essencial. E o atendimento da ligação que você receber também.

Seja sempre cortês, interessado, disponível e anote as informações do agendamento da entrevista. Caso não possa anotar no momento, informe que retornará a ligação assim que possível para coletar os dados, ou peça a gentileza de te enviarem a informação por e-mail.

Se não puder falar no momento, diga logo no início da ligação que você retornará em breve. Mas isso em último caso, pois a disponibilidade conta muito aqui. Já vi muitos candidatos que atendem a ligação de forma inapropriada, ou sequer perguntam quem devem procurar ao chegar no endereço agendado. Ainda pior, chegar no local sem saber qual vaga e com quem deve falar. (Lembra que não era só enviar o currículo e rezar para ser chamado!).

Falar que pode comparecer e na hora não ir, JAMAIS! Se tiver algum imprevisto, avise antes e tente remarcar.

5 – O momento da entrevista

Explicar aqui que você deve ser pontual, ou melhor, chegar um pouco antes, bem apresentável em termos de vestimenta, e com o nome do entrevistador, da vaga e endereço correto da empresa, é essencial e não precisa, não é? Porque isso é o básico.

Lembrando que o interesse na vaga é seu, e que a empresa tem vários outros candidatos concorrendo a mesma vaga, você deve ser cuidadoso com os itens acima. Você é avaliado desde o momento que chega na empresa, se apresenta à recepcionista, e na sua postura durante a entrevista.

Celular desligado ou no silencioso, atenção máxima à conversa, e objetividade na medida certa também são essenciais.

Responda o que foi perguntado de forma objetiva, sem se prolongar demais e também sem falar só o básico. O recrutador quer ouvir o que você tem a dizer sobre sua experiência, portanto evite falar de outros assuntos, ou ser monossilábico, respondendo só sim ou não.

Se tiver dúvidas sobre a vaga ou a empresa, aproveite o momento final da entrevista para perguntar, não saia com dúvidas. Pode ser que o horário de trabalho, que não foi mencionado antes, não seja compatível para você e assim vocês já conversam ali mesmo sobre as possibilidades, evitando que, posteriormente, a contratação possa não ser realizada por falta de alinhamento.

Por fim, agradeça a oportunidade, e se mantenha disponível para os próximos passos do processo seletivo.

Espero que minhas dicas te ajudem a encontrar uma nova posição! Colocando em prática essas dicas, garanto que suas chances de ser visto e chamado para uma entrevista vão aumentar. Desejo sucesso nos próximos processos!

Fonte: Administradores.com